Páginas

29 fevereiro 2012

Comic Book de HON

Olá pessoal!

Para aqueles que estão seguindo a Comic Book de Hon segue a 3ª página.


#TOP10 Vampiros - Vampiros Mais Bonitos


Galera, tudo bem? A partir deste mês, teremos uma coluna mensal e fixa no blog, chamada #TOP10 Vampiros. Cada mês escolheremos um tema, faremos uma votação entre os membros do blog, e publicaremos aqui o resultado da votação do TOP10. Nesta primeira postagem, o tema escolhido foi: VAMPIROS MAIS BONITOS. Para ver o resultado, basta continuar lendo esta postagem!

Dica Literária: A Guerra dos Tronos



E ai galerinha do Blog HON,

Essa semana a dica é de uma serie de livros que estão encantando fãs em todo o mundo! As Crônicas de Gelo e Fogo, popularmente conhecido como “ A Guerra dos Tronos” devido a serie de Tv da HBO que leva esse titulo. Os livros foram e estão sendo escrita pelo norte-americano George R. R. Martin.

A Guerra dos Tronos é uma fantasia épica sem igual na minha opinião, suas intrigas, seus personagens e seus cenários faz com que a história seja tão rica que nos deixam incapazes de lagar o livro, e a cada instante nos surpreende. A serie nos lembra um pouco da idade média europeia, porem nos sete reinos de Westeros o clima é bem diferente do nosso, com longos Verões e longos Invernos. Seria impossível falar detalhadamente sobre todos os livros desta serie aqui, pois cada volume chega perto de 1000 paginas. Porém sua leitura é tão cativante que você nem percebe o tempo passando ou as páginas virando.

Em Westeros existem as casas das famílias mais importante e cada família tem como símbolo no seu estandarte um animal, e um lema. Os Targaryen tem como símbolo um dragão de três cabeças, e seu lema é “Sangue e Fogo”. Os Baratheon tem como símbolo um veado coroado e seu lema é “Nossa é a Fúria”. Os Lannister tem como símbolo um Leão dourado e seu lema é “Ouça-me rugir”. E os Straks cujo o símbolo é um lobo gigante, o lema é “O inverno está para chegar”. Essas são só algumas das casas dos Sete reinos de Westeros, além dessas tem varias outras casas menores, mas não menos importantes ou ambiciosas. Todas querendo jogar o jogo dos tronos.

Alem dos lordes e suas famílias o sete reinos de Westeros também possui foras da lei, contrabandistas, cavaleiros livres, e toda sorte de pessoas que enchem esse mundo com intrigas, amor e ódio. Nos deixando cada vez mais encantado por esse mundo.

Não podemos nos esquecer dos Irmãos juramentados da Patrulha da Noite e da Grande Muralha que protegem e delimitam a fronteira de Westeros. A muralha protege os sete reinos contra os selvagens, gigantes e principalmente contra os Outros. ( Os outros são como zumbi de pele gelada e olhos azuis). Eles são os homens que morreram para lá da muralha e não tiveram seus corpos queimados, e ai passam a matar todos aqueles que sujam na sua frente.

Com a morte do rei Robert Baratheon, o reino se divide, e surgem vários pretendentes ao trono. E é justamente nesse momento que a muralha que vem sofrendo com a falta de homens a anos acaba sendo atacada, por seres que faziam parte apenas das histórias infantis. Nessa rede de assassinatos e intrigas os personagens sofrem, mentem, amam, odeiam, enganam, são capazes de tudo para alcança seus objetivos. E você se vê dentro de uma rede de intrigas e jogos que não sebe em quem confiar ou em quem acreditar. Afinal quem joga o jogo dos tronos ou ganha ou morre. Mas eles só se esqueceram de uma coisa se a muralha cair todos morreram.

Sem duvida As crônicas de Gelo e Fogo ou A Guerras do trono é um livro fascinante, que vale a pena ler! Aqui no Brasil foram lançado os 4 primeiros exemplares da series.



Os livros da Serie Lançada no Brasil:Negrito

A Guerra dos Tronos: Livro 1

A Fúria dos Reis: Livro 2

A Tormenta de Espadas: Livro 3

O Festim dos Corvos: Livro 4

Quem quiser adquirir os livros da serie, o site da Submarino esta com uma promoção incrível. Para ter acesso a promoção clique aqui!

Merry Meet a todos e que a Deusa os protejam!!!!
Bjs Fran

28 fevereiro 2012

Vamos falar sobre música? III

Merry meet galera! Esse será o meu último post sobre música e vou dizer que adorei fazê-los, pois todos os posts referentes à música que fiz foram especiais para mim. Essa semana, pra fechar com chave de ouro resolvi fazer uma seleção com os nossos homens da série. Haha, Loren, Erik, Heath, Stark, Kalona, Darius, Rephaim e Damien. Espero que aproveitem! 
Loren: Eu achei essa música super a cara do poeta laureado que ele era, o instrumental do piano me faz lembrar a primeira vez que ele citou um poema pra Zoey debaixo daquele carvalho, me faz lembrar o luar, e principalmente como a Zoey o via, por isso a escolhi. (Kiss from a rose - Seal) 
Erik: Não sei exatamente o porque, mas essa música me veio a cabeça assim que pensei no Erik. ME lembra bastante a fase do Erik meio amargurado com a Zoey e por ter sido deixado na Morada da Noite de Tulsa, o Erik de Destinada mesmo, enfim. (Behing Blue Eyes - Limp Bizkit)
Heath: Vocês vão me desculpar, mas essa música me lembrou muito o Heath, o nosso Heath, principalmente pela letra dela, é muito mesmo a cara dele, extremamente ele em tudo em relação a Zoey, eu particularmente falando, achei perfeita. (The Beauty & The tragedy – Trading yesterday)
Stark: Recomendo a todos que leiam a tradução e percebam a semelhança da letra da música com o Stark, é realmente a cara dele, em diversos momentos dos livros. Eu adoro a banda e super recomendo também! (Little Hell - City and Colour)
Kalona: Tudo bem, o vocal feminino fica meio estranho, PORÉM, a letra da música em si me fez ver o Kalona nela toda, tanto quanto pela Deusa quanto pela Aya e pela Zoey, eu a achei perfeita, e sinceramente, gostei. (You - The Pretty Reckless)
Darius: Alguns podem concordar comigo ou não em relação a música, mas achei digna, porque além de um dos Filhos de Erebus, Darius é um lutador extraordinário, em minha visão, um jogador e tanto, por isso escolhi essa como a música dele. (The game - Disturbed)
Rephaim: Essa música pra mim é dó Rephaim porque ele luta consigo mesmo entre a vontade de se tornar humano pra ficar com a vermelha e o conflito interno sobre seu pai, principalmente quando ele vê a Stevie Rae com o Dallas, achei bem digna. (Mr. Brightside – The Killers)
Damien: Infelizmente não consegui achar a música que queria, Take out of me, se puderem procurá-la e depois ver a tradução, ficaria grata, mas eu também gosto dessa música e acho perfeita pra ele. (Stigmatized - The Calling)
E esse é meu último post sobre música, espero que tenham gostado. o/

27 fevereiro 2012

Dica de series!

Series: Once Upon A Time

Merry Meet pessoal!
Essa é minha dica de serie essa semana , espero que gostem!


A vida de Emma Swan foi tudo menos um conto de fadas. Aos 28 anos, é uma pessoa solitária que, ao ser abandonada quando ainda era uma bebé, se viu obrigada a cuidar dela própria. Mas tudo muda quando um dia Henry, o filho que deu para adopção, a encontra.

Henry está desesperado por ajudar a sua mãe biológica e pensa que esta é a filha perdida da Branca de Neve e do Príncipe Encantado. Apesar de soar estranho, Henry acredita que "Storybrooke", a vila de Nova Inglaterra onde vive, é realmente parte de uma maldição lançada pela Rainha Má, que congelou os personagens de contos de fadas na vida moderna, fazendo com que não se lembrem das suas origens.

Como é óbvio, Emma não acredita mas, ao chegar a "Storybrooke" não consegue deixar de sentir que há algo de estranho nesse lugar. Com a ajuda do seu livro de contos, Henry mostra-lhe os estranhos personagens que vivem ali, começando pelo terapeuta e o enigmático Mr.Gold.

"Storybrooke" é um lugar onde a magia, apesar de estar tão perto, foi esquecida e a felicidade parece fora do alcance dos seus habitantes.

26 fevereiro 2012

Fanfic HOUSE OF NIGHT BR - Capítulo Dois



2


Paulo

            O garoto perdeu completamente a noção de tempo. Já parecia estar no banheiro há horas. Voltou a si quando ouviu a voz da mãe no lado de fora da porta.
            - Sai daí, nós precisamos conversar.
            - O que foi? - perguntou abrindo a porta.
            - Eu preciso saber... O que eu faço com você agora?
            - Não sei. O vampiro que me marcou disse que eu tenho que me mudar para uma Morada da Noite.
            - Mas a Morada da Noite mais próxima fica no Rio de Janeiro!
            - É, eu sei.
            - O que acontece se você não quiser ser essa coisa, e não for para essa escola?
            - Eu morro. Não tem jeito de não ir.
            - Ok, vai para o seu quarto arrumar suas coisas, e conversaremos quando seu pai chegar.
            Paulo foi para o seu quarto, e trancou a porta. Ele queria mais que seus pais explodissem. O garoto já estava se sentindo mal, não precisava escutar mais um sermão.
            Começou e empilhar algumas roupas encima da cama. Separou seus jeans mais novos; muitas camisetas, camisas e regatas; roupa de baixo; blusas de frio; calças e bermudas; alguns pares de sapatos; e mais um monte de roupas. Pegou também alguns livros que estava lendo, alguns DVDs, e itens de higiene pessoal, como perfume e desodorante. Aquilo seria suficiente por enquanto, o resto ele daria um jeito de buscar depois. Dividiu suas coisas em duas malas, e colocou no bolso uma pequena chave, que sua avó lhe deu antes de falecer.
            Paulo deixou as malas em um canto do quarto, e deitou na cama. Estava quase pegando no sono quando escutou uma batida na porta. Seus pais não tinham explodido, afinal.
             O pai de Paulo podia até parecer um cara legal no início. Era um coroa normal, cabelos grisalhos, pernas finas, com uma barriguinha. Mas ele na verdade era um tremendo moralista chato. O garoto não podia pisar nem um pouco fora da linha, que ele já vinha com mil pedras para castigá-lo.
            Paulo saiu do quarto e viu que os pais tinham ido para a sala. Ele já podia prever a cena a seguir. O pai ia começar a acusá-lo, e julgá-lo, e a mãe concordaria com tudo o que o pai dissesse, mesmo que no fundo sentisse um pouco de pena do garoto.
            O pai tentou encarar Paulo, mas parecia desencorajado por causa da marca, e fez uma cara de nojo.
            - Eu não me espanto que isso tenha acontecido com você - ele começou. - Seu mau comportamento, o jeito que você me trata. Era óbvio que algo desse tipo ia acabar acontecendo.
            Paulo sacudiu a cabeça. Ele já esperava por algo assim, mas ouvir o pai dizendo aquelas palavras era chocante. Todo mundo sabia que ninguém podia evitar quando era escolhido pela Noite. Quando alguma pessoa era marcada, querendo ou não, teria que passar pela transformação. Não era uma questão de ser bom ou ruim, simplesmente acontecia. Pequenas coisas, consideradas como péssimo comportamento pelo pai do garoto, não faria com que a pessoa fosse escolhida para ser um vampiro. Mentiras ocasionais, e não concordar com algumas convicções dos pais não colocava ninguém na “lista de risco”.
            - Eu não fiz isso, ok? - Paulo disse. - Foi algo que eu não procurei. Simplesmente me escolheram, e nem eu sei o porquê.
            - Mas eu sei. Essas criaturas do demônio escolheram você, porque você é como elas!
            Paulo ficou olhando boquiaberto para o pai. Era só o que faltava! Ele tinha que meter sua religião no meio daquilo! Aquela era a questão. O garoto nunca aceitara muito bem a religião do pai, por isso o pai devia achar que ele era um escolhido do inferno para atormentar sua vida.
            - Isso não é uma coisa maligna! - Paulo começou de novo. - Nós estudamos isso. Alguns adolescentes possuem um tipo de hormônio que outros não têm. Quando chegam a uma fase da vida, esse hormônio começa a reagir, e é quando o Rastreador identifica a pessoa, e a marca. Isso é uma questão genética!
            - Isso é mentira! A ciência está compactuada com o diabo!
            - Eu só estava tentando explicar!
            - E quem é você para explicar algo pra mim?
            Ficaram em silêncio por um momento.
            - O que faremos com ele? - a mãe perguntou como se o garoto não estivesse presente.
            - Eu vou ligar para algumas pessoas que talvez possam ajudar.
            - Você está falando daqueles loucos que você chama de irmãos? - Paulo perguntou.
            - Ligue para a Sandra - o pai disse para a mulher.
            A mãe assentiu, e já ia se levantando, quando Paulo começou a gritar, fazendo-a cair sentada no sofá.
            - Eu não vou aceitar isso! Não vou aceitar que nenhum louco queira me estudar como se eu fosse um extraterrestre! Eu vou para uma Morada da Noite, querendo vocês ou não!
            Paulo começou a tossir freneticamente. Por um momento pensou que ia vomitar.
            - Filho, fique conosco pelo menos essa noite - a mãe tentou.
            O garoto apontou para a própria garganta.
            - Isso vai piorar se eu não for agora. Eu preciso estar com vampiros de verdade.
            - Mas filho...
            - Ok, ligue para quem você quiser! Eu vou para o meu quarto, e vou descansar um pouco. Não estou me sentindo muito bem.

            O garoto foi para o quarto, e sentou na cama. Ele precisava bolar um plano, e rápido. Mas não seria nada fácil inventar alguma coisa. Paulo pegou o celular, e discou o número de Isabella.

25 fevereiro 2012

Indicação de blog!

 Merry Meet!


 Como semana passada eu já falei sobre blog de vampiros essa semana resolvi indicar pra vocês um blog sobre literatura em geral: o Devoradoras de Palavras.

 O blog tem várias resenhas de livros, sem falar que, além de leitora, a dona do blog também é escritora. Pra quem quiser ver os textos dela: Nyah! Paloma Costa
  Sem falar que, está rolando por lá uma promoção  uma promoção concorrendo a vários livros digitais e impressos!
 Com certeza, vale a pena dar uma olhada: Devoradoras de Palavras
 Bom, espero que tenham curtido a dica!

Merry Meet, Merry Meet Part and Merry Meet Again!

24 fevereiro 2012

Nova jóia de HON

Vejam a novidade do blog da PC Cast!

Oooh, a fantástica joalheria "Fire Goddess" (Deusa do Fogo) conseguiu de novo! Eles criaram um incrível colar da Pedra da Vidência! Vejam só! Vocês podem encomendá-lo ou obter mais informações através do site www.firegoddess.com. (Acredito que ainda não esteja sendo comercializado no Brasil).

XXXOOO
PC







 Esse colar é feito com prata de lei e de pedra Howlita. Uma pedra mineral composta por Magnésio e Cálcio.


Por ser muito porosa, a Howlita é facilmente tingida, o que faz com que esse recurso seja bastante utilizado para fazer se passar por turquesa ou lápis-lazúli..
No lado místico, é considerada a pedra da memória e do conhecimento. Também têm creditada a ela influência como calmante, no combate ao stress e à insônia. Muito rica em cálcio, esta propriedade também serve de estímulo ao fortalecimento dos ossos e dentes. É conhecida como a “pedra da paz” e do desenvolvimento da auto-estima, auxiliando na busca interna da beleza Divina. Estimula a criatividade artística e apreciação do belo.
As maiores jazidas estão nos EUA (Califórnia) e no Canadá (Nova Escócia).




Para aqueles que não se lembram, um colar com uma Pedra da Vidência da Ilha de Sky foi dado a Zoey por Sgiach. 
Uma pedra da Vidência está em sintonia apenas com a mais antiga das magias, a mesma que é protegida por Sgiach na Ilha de Sky. 
A pedra da vidência foi dada a Zoey para que ela pudesse reconhecer a magia antiga, se ela ainda existisse, fora da Ilha de Sky.
Zoey, mais do que nunca, vai precisar dessa pedra para reconhecer esse tipo de magia em Destinada!

 

22 fevereiro 2012

Sugestões de Filmes: Anjos da Noite 4 - O Despertar

Sinopse: No quarto filme da franquia Selene(Kate Beckinsale) acorda depois de doze anos em coma e descobre que tem uma filha, Nissa(India Eisley). A garota é uma mistura entre as duas raças - vampiros e lobisomens. Quando encontra sua filha, Selene presica defende-la de um grupo de lobisomens criados e modificados pela BioCom.






Elenco: Kate Beckinsale, Scott Speedman, Michael Ealy, India Eisley, Charles Dance, Kris Holden-Ried, Richard Cetrone, Sandrine Holt, Robert Lawrenson.
Direção: Björn Stein e Mans Marlind.
Gênero: Ação/Terror.
Duração: 88 min.
Distribuidora: Sony Pictures.
Estréia: 02 de Março de 2012.

Dica Literária: Academia de Vampiros


Olá turma do Blog HON,

A dica de hoje é sobre uma serie que também vem conquistando fãs em todo mundo! A serie “A Academia de Vampiros”da autora norte americana Richelle Mead.
Em seu mundo os vampiros são seres mágicos conhecidos como Moroi que se alimentam de sangue humano (somente quando este é dado de bom grado, os humanos que doam sangue ou se deixam morder são conhecidos como fornecedores), além do sangue eles também comem alimentos comum. Os Moroi são vampiros dotados de poderes mágico alguns podem manipular a água, o fogo, o ar ou a terra, e também há aqueles que tem o raro poder de manipular o espirito e todos os outros elementos (Isso te lembra alguma coisa? A mim também, mas as semelhanças entre House of Night e Academia de Vampiros acaba por ai, rsrsrs) . Os Morois que manipulam os espirito são capazes de curar doenças e até de ressuscitar os mortos, nesse caso eles criam um elo de ligação com a pessoa ressuscitada. Os Morois são frágeis fisicamente e não suportam a luz do sol por um período prolongado, ficando assim enfraquecidos sempre que expostos ao Sol. Por isso precisam dos Dhampir.
Os Dhampir nascem do relacionamento entre humanos e Morois, eles herdam a melhor das duas partes, sendo quase invencíveis quando passam pelo treinamento apropriado. Também tem os Alquimistas, que são seres humanos que trabalham para os Morois fazendo o “trabalho sujo”, ou seja mantendo a sociedade humana sem saber da existência dos Morois, dos Dhampir e principalmente dos Strigoi.
Os Strigoi são vampiros ou Morois que mataram seus fornecedores durante a alimentação, eles não envelhece como os Morois nem podem pisar em solo sagrado e não suportam a luz do sol de maneira alguma. Os Morois que se transformam em Strigoi perdem sua magia e cria uma intolerância a mesma, porém eles ficam muito mais forte e mais rápidos. Sua pele ganha o tom de giz e seus olhos se tornam vermelhos. Os Morois podem se transforma em Strigoi sozinhos ao drenar suas vitimas, mas também podem ser forçados a virar um Strigoi alem de poderem transforma humanos e Dharmpir contra a sua vontade ou não. Os Strigoi são os maiores inimigos dos Morois.

É nesse mundo de magia que surgem nossas heroínas e seus amantes, os quais nós conquista a cada página nos deixando aflitas para saber o próximo passo, o que ira acontecer e como irão vencer as dificuldade que se atravessam o seu caminho. Envoltos em uma rede de intrigas e assassinatos as nossas heroínas terão de amadurecer mais rápido que seus amigos. Iram conhecer a verdadeira amizade e a força de um grande amor! A cada pagina você sofre, chora e luta com a Rose, se apaixona por Dimitri, se encanta com a Lissa e com cada um dos personagens.

A serie é composta por 6 livros, 1 conto e 2 Spins Off. E os direitos autorais foram comprados em 2010 pelo cinema.
O Conto e os 2 Spins Off estão com o lançamento previsto para meados e final de 2012 nos Estados Unidos, aqui no Brasil os 4 primeiros livros já foram lançados e o restante está prometido para o final de 2012.





Título em Inglês & Título no Brasil
Vampire Academy - O Beijo das Sombras
Frostbite - Aura Negra
Shadow Kiss - Tocada Pelas Sombras
Blood Promise - Promessa de Sangue
Spirit Bound - Laços do Espírito
Last Sacrifice - O Último Sacrifício

Se você se interessou pela história os 4 primeiros volumes da serie estão em promoção no site da Submarino, clique aqui e confira.

Espero que tenham gostado da dica desta semana!!! Boa Leitura!!!

Merry Meet a todos e que a Deusa os protejam!!!!
Bjs Fran

*Datas de lançamento e imagens retiradas da internet.

21 fevereiro 2012

Vamos falar sobre música? II

Merry Meet guys! Vou postar novamente sobre músicas, e desta fez, fiz uma seleção um pouco especial. Separei músicas que me lembram algumas das personagens mais marcantes na história! Espero que vocês gostem. 
Zoey: Não sei bem o porquê, mas essa música, principalmente a letra, me faz lembrar bastante a Zoey em seu conflito bem no início do livro até a aceitação na Morada da Noite, algumas pessoas podem concordar ou discordar, mas é o que eu acho. (Extraordinary girl - Green Day)
Stevie Rae: Eu amo essa música e eu achei ela a cara da Stevie Rae pós morte e renascimento, sabe? Tem toda uma história por trás dessa música em relação ao ódio e colapso, eu achei bem digna para a época em que ela se transformou numa simples novata vermelha do mal. (Breaking Benjamin - Breakdown)
Erin: Vou ser bem sincera, procurei uma coisa completamente diferente, mas quando li a tradução, achei perfeita. Afinal, por trás das gêmeas tem toda uma malícia, e eu gosto muito da música.  E fica a dica da banda também, minha banda favorita. (The Pretty Reckless - Good Girls)
Shaunne: Desculpe gente, mas eu TIVE que procurar uma música assim, eu acho que além dela representar o fogo, a música tem um quê a mais que a nossa Shaunne tem. Alguns podem me achar louca, mas eu gostei. Tipo, tudo a ver com ela.(The fire breathes - Skillet)
Aphrodite: Vamos concordar que essa música é completamente a Aphrodite, não é? Eu gostei muito da letra, e ela foi indica pela minha amiga Jhessie, eu ia postar semana passada, mas deixei pra essa. Eu achei muito a cara dela. (That Girl - McFly)
Neferet: Já postei essa música no post anterior, mas tive que repostar, porque ela é MUITO a cara da Neferet, por fim, achei perfeita pra personagem. (Aquelarre - Forever Slave)
Vovó Redbird: Gente, a letra pode não ter nada a ver com a personagem, mas o que ela quer transmitir é muito a cara da Vovó Redbird, porque na casa dela a própria Zoey diz sentir-se em casa, e essa música me acalma muito, então resolvi postar. (Comin' Home - City and Colour)

Enfim, é isso! Semana que vem farei um post sobre os gatos da Morada da Noite. Para as músicas traduzidas é só ir no terra, ok? Não coloquei de outros personagens porque acho que essas são as que mais aparecem em toda a história. Até semana que vem! o/

19 fevereiro 2012

Fanfic ENCONTRADO - Capítulo Um

Galera, era pra eu ter postado isso Domingo, mas foi Carnaval, e eu estava viajando, não deu pra postar. Peço desculpas a todos, principalmente ao escritor, José Eduardo!


1

Ótimo!
O que deu na cabeça do velho agora? Estamos como todos os anos comemorando os dias que antecedem o natal acampando no meio do mato. Confesso que nunca entendi isso muito bem até fazer treze anos e ele me contar que fazia isso para se lembrar de sua outra filha e para, de certa forma, comemorar o aniversário dela. Eu sei que é meio ridículo, não o fato de comemorarmos o aniversario dela, mas o fato de ela não estar aqui em nenhum dos anos. Só que algum tempo mais tarde ele me contou que tinha outra mulher que se chamava Linda que também tinha descendências indígenas e que com ela ele teve três filhos, mas que acabou abandonando-os para ficar com minha mãe e comigo.
            A filha dele que faz aniversário por esses dias tem a minha idade. Mas acho que é um costume Montgomery abandonar a mulher que se ama em datas importantes. Ou pelo menos é o que meu pai fez e esta me obrigando a fazer, pois este seria o primeiro natal que eu passaria com a garota que amo, mas como sempre as tradições familiares vêm em primeiro plano e aqui estou eu.
            Que legal, aqui estou eu em meu blábláblá mental novamente, de quem será que herdei este costume? Deve ter sido do meu pai, pois é ele que às vezes parece distante e perdido enquanto estamos conversando com ele.
            - Eduardo?
            Olhei para os dois e só então me dei conta que estava fazendo o que estava pensando. Odeio quando isso acontece.
            - Sim?
            - Estamos perguntando se está tudo bem. Há algum tempo estamos te chamando e você está ai encarando o vazio.
Irritei-me um pouco. Como se ele não fizesse isso sempre!
- Estou bem. Não tem nada de estranho comigo!
Deixei a raiva passar um pouco para minha voz sem querer, mas é claro, ele percebeu.
- Eu sei que você não queria estar aqui. Mas sabe o quanto é importante para mim.
- Sim eu sei. Sempre você! Se queria fazer isso por que não chamou seus verdadeiros filhos?
- Você é meu verdadeiro filho!
            O ignorei e sai de lá.
Comecei a caminhar pela floresta e sentir o ar gelado daquela manhã, mas nem por um minuto sequer pensei em voltar para perto daquela acolhedora fogueira, não com eles lá. Pelo menos não por enquanto. Não até eu me acalmar. Segui por entre as arvores até chegar às margens de um rio. Sentei-me ali e fiquei pensando. É claro que eu sabia que ele era meu pai de verdade, mas só disse aquilo, pois não me pareço com ele como seus outros filhos se parecem. Meu cabelo é moreno como o dele, mas nossas semelhanças acabam por ai. No resto me pareço com minha mãe, na cor dos olhos castanhos esverdeados claros, na pelo branca e pálida e por ai vai.
Comecei a me concentrar nas águas do rio e não demorou muito alguns peixes começaram a subir a superfície, o que não era novidade para mim, pois eu conseguia estabelecer contato com todo e qualquer animal já há alguns meses, de forma fácil e pacifica, era como se eles ouvissem meus pensamentos e viessem até mim. Isso acontece desde que aquela mulher, a tal de Silvia ligou para ele dizendo que havia acontecido algo com sua filha, algo como ela ter sido Marcada ou sei lá. Não entendi direito. Nunca havia ouvido ninguém falar sobre aquilo até aquele instante. Mas ele simplesmente falou que não podia fazer nada, que sentia muito e desligou, mas desde então venho tendo este contato bizarro com a fauna.
Fiquei ali por um bom tempo até que adormeci e comecei a sonhar.
No sonho eu ouvia uma doce voz cantando no meio de um campo de flores roxas sob a sombra de uma arvore, aproximei-me e percebi que ela estava sorrindo ao mesmo tempo em que estava muito preocupada. Sentei-me ao seu lado e senti que já a conhecia.
- Oi. Está tudo bem? Eu posso te ajudar?
Ao me perceber ela olhou em meus olhos e uma lágrima rolou por sua face. Isso era algo que parecia completamente errado. Pois sua face era a mais bela que eu já havia visto, agora eu não conseguiria defini-la de forma alguma, mas naquele instante eu soube que uma lagrima não combinava com ela.
- Comigo está tudo bem. Mas estou chorando por uma de minhas filhas. O mal a esta cercando cada vez mais e, mesmo estando acompanhada por seus amigos e irmãos não sei se ela poderá vencer sozinha?
Não sei por que, mas a forma como suas palavras soaram preocupadas e como ele disse filha tocou em algo dentro de mim, como se eu soubesse exatamente de quem estava falando.
- E, no que posso te ajudar?
Ela sorriu como uma mãe sorri para um filho.
- Não sei se posso te pedir isso. É algo que não terá volta.
Olhei para o campo e mais ao longe para o por do sol. Então voltei a olhar para ela, mas antes que eu pudesse dar uma resposta ela perguntou?
- É bonito não?
Olhei em seu rosto mais uma vez sabendo exatamente sobre o que ela estava falando, pois onde eu morava os dias sempre eram assim, nunca havia uma nuvem sequer no céu e essa era minha hora favorita do dia.
- Sim. Gosto desta hora, pois é quando o dia está acabando e, por fim as estrelas começam a surgir e podemos apreciar a noite.
Ela concordou com um meneio de cabeça.
- Sim. Meus filhos também gostam da noite, mas alguns sentem falta de quando o sol acariciava suas peles ao invés de machucá-los.
Ficamos em silencio por um longo tempo até que algumas estrelas começaram a enfeitar o céu.
- O que devo fazer?
- Tens certeza de que deseja ajudar minha filha?
Concordei sem hesitar, e foi neste instante que ela se transformou e tomou uma forma poderosa e ao mesmo tempo de aparência frágil.
- Neste momento, José Eduardo Montgomery eu te Escolho e te Marco como meu filho. E tens minha benção para que possa fazer as escolhas certas em sua nova vida.
Ela me beijou na testa e se despediu dizendo:
- Merry meet e merry part e merry meet outra vez!
Olhei em seus olhos mágicos uma ultima vez e soube exatamente o que dizer:
- Merry meet e merry part e merry meet outra vez Nix!
Quando acordei senti uma leve tontura ao olhar para o por do sol e percebi que meus olhos começaram a lacrimejar. Então lembrei do sonho estranho que tive. Olhei novamente para cima e então ao meu redor. Não, eu não estava em um campo de flores roxas, eu estava na floresta, cercado por milhares de eucaliptos. Olhei para o lago e vi os peixes novamente. Mas começou a escurecer e eu decidi que já era hora de voltar para o acampamento.
Assim que me aproximei do meu pai fui recebido com um sermão.
- Onde você estava? Nós já íamos ligar para a guarda florestal...
Ele parou de repente, mas não entendi o que aconteceu. Vi apenas minha mãe levando a mão a boca e meu pai caindo de joelhos chorando enquanto dizia:
- Não! Você também não!
Não tive tempo de raciocinar, pois aquela tontura voltou e cai no chão. Meu pai se levantou preocupado e correu até mim.
Ele se sentou ao meu lado pegou o celular e discou um número às pressas. Seja lá quem for não hesitou em atender.
- Alô, Silvia.
Ele parou por alguns segundo e então respondeu:
- Sim, sim, é ele. Ele também foi marcado! Você precisa me ajudar.
Ele ficou em silencio por mais alguns segundos e então falou:
- Sim. Eu o levo até ai. Estamos há uma hora e meia de distancia. Mas por favor, eu preciso da sua ajuda.
Senti minha cabeça começando a doer e, neste momento eu soube que algo iria acontecer e, que eu não iria gostar nem um pouco disso. Ele desligou o celular e disse para minha mãe.
- Pegue o carro. Vamos levá-lo agora.
Minha mãe saiu correndo e ele me abraçou dizendo:
- Você vai conhecer alguém. Vamos leva-lo até ela agora. Sua vida nunca mais será a mesma. O que você fez?
Ótimo. Como se a culpa de... Sei lá o que, fosse minha.
- Eu não sei. Só dormi na beira do lago, tive um sonho, acordei e voltei para cá.
Ele ficou surpreso e me indagou:
- Sonho? Que sonho?
- Não lembro. Uma mulher pediu minha ajuda e eu disse que a ajudaria.
Não sei definir que emoções passaram pelo rosto dele, mas sabe quando estamos assistindo um desenho e o personagem fica com o rosto vermelho, azul, amarelo, verde e assim por diante? Então, foi assim que ele ficou. Então a minha dor de cabeça começou a ficar mais forte e ele gritou:
- Nix! Por quê?
Minha consciência começou a se esvair e a ultima coisa de que lembro foi de ouvir um miado frenético, como se o gato estive chorando e então vi um gigantesco gato preto pulando em cima de mim e lambendo meu rosto, então apaguei.

    Quando acordei lembro-me de ter ficado fascinado pelo aroma. Eu e meus pais estávamos no carro. Eu estava sentido um maravilhoso cheiro que já havia sentido antes, só não conseguia me lembrar de onde.  Sentei-me olhando fixo para os bancos da frente e perguntei:
- Onde estamos?
Arrependi-me na hora por ter levantado, pois fui atacado pela tontura novamente.
Minha mãe se virou sem saber o que dizer, olhando apenas para minha testa, meu pai olhou pelo retrovisor e respondeu:
- Estamos na fazenda de lavandas de Silvia Redbird. Ela vai te ajudar.
Lavandas? Olhei pela janela e percebi que já era noite, mas diante da imensidão vi seguindo por quilômetros um enorme campo de flores roxas, idênticas as do meu sonho. Então o carro parou e Silvia veio até a porta traseira sentando-se ao meu lado.
- Não se preocupe filho. Você vai ficar bem.
Ela passou a mão por minha testa recitando algo em um idioma que não compreendi.
Minha mãe ficou preocupada enquanto meu pai religava o carro.
- O que ela está fazendo?
Meu pai mirou o volante e respondeu:
- É uma prece cherokee. Vai ajudar. Lembro-me disso de quando eu e Linda éramos crianças. Meus pais tentaram me ensinar, mas não tive paciência para aprender.
Silvia sorriu e o repreendeu sem tirar os olhos de cima de mim.
- Pois fez mal. Você e Linda eram dois cabeças ocas. Pena que ela não teve tempo para poder fazer as coisas certas.
Meu pai freou abruptamente.
- Como não teve tempo?
Só então ela se virou para ele com lagrimas nos olhos.
- Linda está morta.
Durante alguns minutos de silencio olhei uma ultima vez pela janela enquanto meu pai acelerava de novo e nos distanciávamos dos campos de lavanda. Foi quando vi meu reflexo. No alto de minha testa estava em bela lua crescente da cor safira.
Quando dei por mim, estávamos todos na enfermaria do que parecia ser um castelo antigo e uma garota linda estava gritando com Silvia.
- A senhora sabia o tempo todo onde ele estava? Sabia sobre ele?
Ela apontou para mim chorando e meu pai tentou acalmá-la.
- Zoey...
Ela se afastou com repulsa e com ira.
- Não me venha com Zoey agora. Onde o senhor esteve quando precisei? Por sua causa minha mãe se relacionou com um idiota e agora está...
Então percebi que um cara louro de olhos castanhos e com tatuagens vermelhas estava sentado do lado da cama que eu estava. Ele sorriu e perguntou:
- Você finalmente está ai?
Fiquei meio confuso.
- O que tá rolando?
- A Zoey tá discutindo com o pai dela.
Olhei para a cena a minha frente e foi então que conheci minha irmã. Como não percebi logo de cara? Ela era idêntica ao nosso pai. Os mesmos olhos, o mesmo tom de pele, o mesmo atordoamento por não estar no controle da situação...
O cara começou a estalar os dedos na frente do meu rosto.
Olhei para ele e ele sorriu.
- Definitivamente você e a Z são irmãos.
Ela olhou para nós dois, desnorteada, com se me odiasse e se estivesse acusando ele por algo.
Ele estendeu sua mão falando:
- Prazer. Sou o Stark.
Apertei sua mão e falei:
- Prazer. Sou o Eduardo. Quer dizer... José Eduardo Montgomery.
Ele olhou para a Zoey que ao ouvir se virou mais brava para mim. Então ele perguntou:
            - E ai, Eduardo. Como você entrou nessa loucura?
            Fiquei meio sem saber o que dizer, mas então senti algo me tocar e falei tudo:
            - Nix disse que a Zoey precisa de ajuda.
            Todos me olharam surpresos e Zoey finalmente parou de me encarar com ódio.
            - O quê?
            - Nix disse que você precisava da minha ajuda. Eu disse que ajudaria. E então ela me Marcou.
            Uma garota de pele chocolate entrou no quarto perguntando:
            - Alguém aqui sabe de quem é esse gato? Ele estava arranhando a porta feito um louco.
            Então ela olhou para mim, sorriu e ao perceber que ninguém estava falando nada Stark disse:
            - Shaunee, este é o irmão da Z.
            Ela sorriu para a Zoey e disse:
            - Precisamos conversar depois.
            Ela sorriu para mim e me mandou um aceno então saiu do quarto.
            Ninguém soube o que dizer até que o enorme gato preto pulou na cama meio chorando meio aliviado e começou a me lamber novamente.
            Então a Silvia olhou para todos e disse:
            - Vamos deixar Zoey, Eduardo e seu gato Bombay sozinhos. Eles precisam conversar.

18 fevereiro 2012

Indicação de blog!

Merry Meet!


 Bem, hoje eu vim aqui pra dar uma dica de um blog muito legal pra vocês que amam tudo o que se relaciona com vampiros: o Queria Ser Vampira.

 O blog é muito lindo, e lá você encontra tudo sobre várias séries de vampiros, de Drácula a The Vampire Diaries e, é claro, House of Night.
 Lá você também vai encontrar notícias, dicas literárias e muito mais! Um prato cheio para todos os apaixonados por vampiros!
 Não deixem de dar uma olhada por lá, garanto que não vão se arrepender: Blog Queria Ser Vampira

 Então galerinha, espero que tenham gostado da dica!

 Merry Meet, Merry Meet Part and Merry Meet Again!